Eles são fracos, por isto lutam

27 11 2008

Certa vez olhei para eles: desajeitados, preguiçosos, sujos, criminosos, traidores… Quem vai acreditar neles? Eles possuem corações egoístas, amargurados, traumatizados… Alguém vai dar algum crédito pra esta escória? Afinal, eles não merecem viver…

Olhei novamente e parei pra ouvir: eles sabem de todas estas imundícias, eles nunca negaram nada destas coisas. Todos os acusam: reinos, vilarejos, seus amigos de infância e seus parentes. Todos viraram as costas para eles por desprezarem suas vidas. Afinal, eles não merecem viver… Mas eles sabem disto.

E por causa disto eles viraram maníacos homicidas? NÃO! Eles decidiram fazer a coisa mais absurda e intangível diante dos olhos humanos: mudar o coração, seguir em frente e ser uma nova pessoa. Aí, alguém chega e diz: “loucos, acham mesmo que vão nos convencer?”.  E enfim chega o turbilhão de acusações que tenta os desmotivar. Afinal, eles não merecem viver… Mas eles sabem disto e não cruzaram os braços.

Eles levantaram e lutaram, porque eles entederam algo e estão perseguindo este alvo. Eles olharam suas debilidades e se juntaram. Reuniram seus corações para que pudessem, pela união, ser mais fortes. Eles tiveram alegria de ver a verdade de si mesmos, sabendo que o quão mais perto da verdade você está, mais rápido será a sua libertação interior. Por isto eles nunca puderam negar o que eles foram, mas isto não foi uma determinante. Afinal, eles entederam que não merecem viver… Mas eles sabem disto e não cruzaram os braços diante da sujeira que habitava dentro deles.

A verdade que eles entederam pode mudar e salvar o mundo. Mundo este que não quer mudança ou salvação. Ainda assim eles perseveram! Bravos corações! Eles compreenderam que qualquer coração, mediante a disposição, pode se tornar verdadeiramenhte bom, mesmo pra quem sempre foi treinado e moldado para o mal e a impureza. Afinal, eles entederam que não merecem viver… Mas eles sabem disto e não cruzaram os braços diante da sujeira que habitava dentro deles. Por que eles entenderam que só existe desculpas pra quem não quer nada de verdade.

Eles são os Guerreiros de Skeptna, reconhecedores de suas fraquezas e portadores dos corações mais dispostos e voluntariosos que eu já pude testemunhar. Eles lutam por todos, lutam pela Grande União. Mas sabem que a maior luta começa por dentro, destruindo o mal que existe no coração.

Eu acredito neles. Eu me juntarei a eles sempre.
Mestre Ylykatop





O Guerreiro de Yimnaax

27 02 2008

Você que está lendo, a quem sempre espero ser um espírito guerreiro, permita-me falar sobre alguns aspectos daqueles que lutam por Yimnaax e seu Grande Propósito. Traçando um perfil simples daqueles que se enveredam pela causa da Grande União, pretendo que você possa ver se dentro do seu peito há um coração favorável a Yimnaax.

As principais características do Guerreiro:

A espada representa o esp�rito do guerreiro de Ykymyay1 – Servidão a Yimnaax: ainda que toda Skeptna esteja imersa em um ateísmo velado, o guerreiro de Yimnaax se dedica a buscar Sua presença e ouvir Sua voz. Seu coração deseja cumprir integralmente Sua vontade.

2 – Convicção do seu propósito: Não é qualquer coisa que abala a determinação de cumprir todos os passos e sinais para a Grande União. Dedicar sua força e coração a Yimnaax está no sangue.

3 – Ajudar os companheiros: lutar pela sobrevivência, segurança e fé de seus amigos é dever do guerreiro de Yimnaax. Ele faz isso de bom grado para ser uma prova viva da unidade, do amor, da verdade e da devoção irrestrita. É sempre um bom e fiel amigo tratando os outros como verdadeiros irmãos.

4 – Transformação de caráter: se livrar dos erros e defeitos que ainda carrega no coração é parte do que um verdadeiro guerreiro faz. É como afiar a sua espada para melhor usá-la. Ele deve se tornar gradativamente alguém sem apegos e preocupações com o que possa desviá-lo do Grande Propósito. Lutar para que seus companheiros se tornem guerreiros mais determinados e fiéis é tarefa diária.

5 – Disposição para lutar: seu coração é entregue a Yimnaax. A confiança na Força Maior o torna mais resistente ao mal. Com tudo que tem arrisca a vida em cada missão em nome de Yimnaax e também por seus amigos.

6 – Resistência: qualquer seja a oferta ou valor, ele não se vende. Permanece firme em suas convicções para com Yimnaax. O mal não consegue comprá-lo ou dobrá-lo.

7 – Coração sincero: a principal característica é a entrega que o guerreiro faz a Yimnaax. Não agir por interesse próprio ou para ganhos egoístas é o que o torna forte. O amor a Yimnaax, a verdade e a justiça reinam em seu espírito, que dificilmente vacilará.

Onde está seu coração? Onde está sua fé a Yimnaax? Espero encontrar pessoas de espírito firme… A busca continua e a fé em mim não morreu…

(Mestre Ylykatop é um personagem de ficção… e você, é real?)





Perguntas de um velho que ainda resiste…

18 02 2008

Ah, os anos vão passando e começo a sentir o peso da experiência sobre meus ombros… Começo a perceber que endureci ao amadurecer, que todos os casos por que passei me tornaram o que sou… Ainda assim existem fatos que não compreendo e reluto em aceitar de coração tranqüilo.

O que me entristece é ver tantas pessoas vivendo suas vidas longe de Yimnaax, perdendo a oportunidade de serem espíritos livres que batalham pelo Verdadeiro Reino.

Perceber que as palavras verdade, justiça, amor perderam seus significados ao longo dos 2.500 anos deste planeta. O homem (e os demais seres que raciocinam e sentem) se venderam para si mesmos, entregando seus corações ao engano e à desesperança… Mesmo com esta vida tão difícil longe da Força Maior, é neste tipo de caminhada sombria que muitos tem achado deleite.

Eu, enquanto servo de Yimnaax – a Força Maior e que ela seja eterna em vossos corações tão amargurados – tenho visto o quão duro é olhar em volta e ver tanta falta de fé, de esperança existe nestes corações e nesta terra de espada e sangue. Yimnaax aguarda o levantar dos guerreiros, dos espíritos livres (ou que anseiam pela verdadeira liberdade) para que eles mesmos, com Sua ajuda, possam mudar o rumo de Skeptna e de suas próprias vidas…

É, de fato, uma demanda sem precedentes, algo que exige um coração determinado e disposto… Mas qual a razão de sofrer por si mesmo e não pelo Verdadeiro Reino? Qual o motivo para o egoísmo e para a covardia? Serão necessários mais 2.500 anos, oh Yimnaax? Onde estarão Seus amigos?

(Mestre Ylykatop é um personagem de ficção… e você, é real?)