Memórias em Skeptna

30 09 2008

– Acorde, você era uma lenda! Você existiu para inspirar multidões, você travou grandes batalhas, derrotou inimigos do coração dos homens, derrotou forças maléficas em prol de um propósito maior. Você era um herói! Todos na Ilha do Vento te conheceram!
– Hum.
– Não me olhe com esta cara de dúvida. Por qual motivo eu estaria aqui te contando estas coisas, se não fosse pelo simples fato de eu acreditar em você? Você acha que sou do tipo bajulador? Por que razão?
– Não sei, tudo é confuso demais… Me perdoe se estou sendo rude.
– Vê estas minhas lágrimas? Nós andamos juntos, nós amamos esta terra e nosso deus… Nossa união ia ser reconhecida e motivo de inspiração.
– Entendo… Mas quem é você?
– Como você pode não lembrar!? Você esteve ao meu lado quando eu fraquejei, me aconselhou, me protegeu do mal e me ajudou a destruir os demônios interiores… Eu confiei meu coração e minha espada a você. Olhe aqui… vê esta cicatriz?
– Hum… E?
– Oh céus! Onde está seu espírito? O que fizeram com você?
– Desculpe, tudo é muito difícil agora… Não consigo ver…
– Por isto estou aqui pra te ajudar a enxergar. Coloque a mão aqui no meu ombro… Você fez este ferimento.
– Eu? Me desculpe, doeu muito quando fiz isto? Mas, eu não me lembro bem… Eu estava com ódio de você?
– Não, você estava me treinando… Foi um acidente… Você me protegia o tempo todo e, por causa da minha insistência, quis me ensinar seu golpe mais fatal. Mas você segurou a mão, quando eu tropecei… Foi até engraçado… Não se culpe.
– Ufa!
– Eu ainda vou te ajudar a lembrar… Embora sua memória foi afetada na última batalha. Eu acredito no seu espírito! Sei que em seu coração você é o mesmo guerreiro!
– Eu ainda não lembro de você, não lembro de mim… Mas olhando em seus olhos, vejo o quão sinceras são suas palavras… Sortudo é quem lhe tem por amigo.
– Não me faça sofrer mais… Não me faça chorar igual agora! Por favor… lembre-se… Eu sei que sua cabeça dói.
– Não chore. Acalme-se… O que eu te fiz agora?
– O que você me fez!? O que VOCÊ me fez? Acorde! Eu não vou desistir de você! Ainda que você não se lembre, ainda que você tenha esquecido tudo. Você foi e você ainda é meu amigo!

Anúncios




Contos & Lendas – De repente, Pégasus.

24 04 2008

Existem alguns contos e lendas que percorrem toda Skeptna. Essas histórias remontam crenças ou fatos antigos que traduzem a esperança dos seres que andam sobre esta terra. Abaixo você vai conferir alguns textos que tornarão mais real a sua experiência no Planeta criado por Yimnaax.

pegasus.jpg

Imagine que você pode ganhar asas… É o que os poucos centauros de Skeptna que crêem em Yimnaax acreditam que terão. Existe essa lenda sussurada entre os mais antigos centauros dessas terras que fala sobre a redenção daqueles que servem a Yimnaax.

Diz-se entre este povo veloz que depois da Grande União, quando tudo for consumado e restaurado, haverá uma transformação especial naqueles que são centauros puros: eles ganharão asas e perderão sua parte humana para virarem Pégasus. É desta forma que a tradição centaura passa esperança para as gerações que estão se seguindo. Eles também afirmam que Luptalaar, o Grande Centauro Branco, proferiu palavras proféticas sobre este momento:

“Renúncia e dor terão de passar.
Ygnabach é o caminho a trilhar.
A Força Maior servida será
com corações puros voluntários ao se entregar.
Na Restauração quando tudo se findar,
centauros livres pairarão pelo ar.
Com asas e crinas brancas a voar.
Como cavalos alados nosso povo viverá”

Tornar-se um cavalo alado é a honra adquirida por aqueles que estiveram na terra e conseguiram testemunhar da unidade em Yimnaax e da pureza de coração. Isto não é algo simples, eles sabem, mas que é única a forma de demonstrar a servidão e a entrega à Força Maior.

Os centauros acreditam que mesmo em meio a escuridão que se abate gradativamente sobre Skeptna, são necessários alguns passos: esforço, dedicação da vida, renúncia e servidão sincera a Yimnaax.

Quando todos os sinais estiverem completos, quando Shrany (Sol) brilhar intensamente sobre os campos, quando Yimnaax reestabelecer a comunhão com o espíritos dos skeptnianos (anões, centauros, homens, goblins e as raras fadas) e dos seres que habitam a terra, aqueles que tiverem trilhado o caminho de purificação chamado Ygnabach serão transformados em cavalos alados (que eles chamam de Tulinar) que resplandecerão a glória da Força Maior.

(Mestre Ylykatop é um personagem de ficção… e você, é real?)