Perguntas de um velho que ainda resiste…

18 02 2008

Ah, os anos vão passando e começo a sentir o peso da experiência sobre meus ombros… Começo a perceber que endureci ao amadurecer, que todos os casos por que passei me tornaram o que sou… Ainda assim existem fatos que não compreendo e reluto em aceitar de coração tranqüilo.

O que me entristece é ver tantas pessoas vivendo suas vidas longe de Yimnaax, perdendo a oportunidade de serem espíritos livres que batalham pelo Verdadeiro Reino.

Perceber que as palavras verdade, justiça, amor perderam seus significados ao longo dos 2.500 anos deste planeta. O homem (e os demais seres que raciocinam e sentem) se venderam para si mesmos, entregando seus corações ao engano e à desesperança… Mesmo com esta vida tão difícil longe da Força Maior, é neste tipo de caminhada sombria que muitos tem achado deleite.

Eu, enquanto servo de Yimnaax – a Força Maior e que ela seja eterna em vossos corações tão amargurados – tenho visto o quão duro é olhar em volta e ver tanta falta de fé, de esperança existe nestes corações e nesta terra de espada e sangue. Yimnaax aguarda o levantar dos guerreiros, dos espíritos livres (ou que anseiam pela verdadeira liberdade) para que eles mesmos, com Sua ajuda, possam mudar o rumo de Skeptna e de suas próprias vidas…

É, de fato, uma demanda sem precedentes, algo que exige um coração determinado e disposto… Mas qual a razão de sofrer por si mesmo e não pelo Verdadeiro Reino? Qual o motivo para o egoísmo e para a covardia? Serão necessários mais 2.500 anos, oh Yimnaax? Onde estarão Seus amigos?

(Mestre Ylykatop é um personagem de ficção… e você, é real?)

Anúncios




Saudações de uma terra distante…

14 02 2008

Olá você que está lendo. Espero saudar jovens bravos e destemidos que tem buscado descobrir o real motivo de suas vidas. Tenho dedicado minha vida a buscar os valentes guerreiros que representam as Sete Forças: Vento, Terra, Água, Fogo, Luz, Escuridão e Sagrado. Esses espíritos livres que encherão seus corações com o propósito de trazer o Reino de Yimnaax à terra e de unir o povo, agora tão egocêntrico e individualista, de Skeptna.

Desde que ouvi Yimnaax venho me dedicando a cumprir Seus desígnios para minha vida. Descobri então que minha vida não pertence a mim mesmo, mas a Ele… Por isso preciso cumprir toda e qualquer palavra vinda dos lábios dele, a Força Maior. Ouvi que eu precisaria juntar ao menos um guerreiro que representasse cada uma dessas forças para que Seu Reino voltasse à terra… Tarefa nada fácil…

Neste tempo eu consegui achá-los, conversando com o rei da Ilha Anorana… Já que sou seu conselheiro, lhe informei sobre a Profecia de Ajbak e o mostrei a necessidade de reunir Skeptna em uma só grande massa e religá-la a Yimnaax. É uma pena que o rei esteja tão desesperançoso… Já há três gerações de sua família que a Saga da Grande União se repete e nada mudou… Eu posso compreender seu coração.

Agora estou um pouco apreensivo… Já há 2 dias que mandei os guerreiros em busca das 7 pedras hexagonais no Templo em ruínas ao nordeste da Ilha Anorana… Eles já vieram falar comigo e até agora nada da missão ser concluída… Ah Yimnaax, uma missão que não esperava durar mais do que algumas horas.. e agora já 2 dias…

No que tudo isto vai dar, não sei…

E ainda tem um mal crescendo na Floresta Escura ao lado da montanha do templo… Percebo que os servos de Orpalor estão se organizando para liberar forças demoníacas… Bem como o crescimento da Religião do Bem-Estar está sendo disseminado desde o cais local… Oro a Yimnaax que proteja meus amigos e pupilos…

(O Mestre Ylykatop é um personagem de ficção… e você, é real?)